Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bem vindo ao Visão Notícias - 13 de Agosto de 2022 - 14:41

FEIRA

Abertura da Safra do Mel 2022 será realizada nesta sexta-feira, 03

01 de Junho de 2022 ás 10h 03min, por DA REDAÇÃO
Foto por ASSESSORIA

Quer adoçar um pouco a vida e fazer isso de forma natural? Então que tal um pouquinho de mel no chá, na calda da fruta, no pão, no queijo e até na carne para os mais ousados? Isso mesmo o mel pode ser a estrela que dá o sabor especial tanto na maça com calda como na carne suína preparada com manteiga e mel.

E para dar o start a todos esses pratos e muitos outros, na próxima sexta-feira (03),  às 9 horas, a equipe do VitaMel + da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Sama) e apicultores locais farão a abertura oficial da safra 2022 com a colheita de mel das colmeias do produtor Leonides da Rosa, o Nego, instaladas logo ali na Fazenda Siriema.

A expectativa para 2022 é ultrapassar as 40 mil toneladas de mel; 50% a mais da produção de 2021 quando foram colhidas 27 mil toneladas do produto oriundas da produção familiar em Sorriso. Conforme um dos responsáveis pelo VitaMel +,  Niki Nelson Antonietti, o clima tem contribuído muito para o aumento da produção. Além disso, foram adquiridas mais de 500 novas caixas de abelhas para o Programa, possibilitando realizar a divisão desses enxames criando novas colmeias.

Essa doce colheita terá início às 9 horas e deve contar com a participação do vice-prefeito, Gerson Bicego, um entusiasta da agricultura familiar que vê na produção do mel uma nova fonte de renda para a cadeia produtiva.

 “O mel tem a possibilidade de duas colheitas ao ano, agora e em agosto, no alto do período da estiagem quando geralmente é ainda mais doce; é uma cultura em que não há necessidade diária de cuidados ou de muitos investimentos e tem a possibilidade de ser conciliada com outras atividades como o cultivo de hortifrútis ou a produção de leite”, destaca Gerson. “A pandemia da Covid-19 aumentou muito a demanda por mel e seus derivados, como o própolis, por exemplo, como forma de as pessoas ampliarem a imunidade do organismo, o que mostra que o mercado está aquecido”, acrescenta o vice-prefeito.

Conforme o secretário-adjunto da Sama, Márcio Kuhn, a intenção do Município é dar continuidade ao processo de integração da atividade apícola ao agronegócio, reforçando parcerias e ampliando articulações com diversos setores. “Domingo, 5 de junho, é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente e poder realizar a abertura da colheita na sexta-feira reforça a importância dessas grandes famílias formadas por centenas de pequenas abelhas no contexto da produção e preservação ambiental”, contextualiza Márcio.

Hoje são 46 produtores, todos cadastrados no programa VitaMel +, desenvolvido pela Sama que além do apoio técnico tem disponibilizado também as caixas colmeias para os interessados. No Município, o mel produzido conta com o Selo de Inspeção Municipal (SIM) e com o selo do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar e de Pequeno Porte (Susaf-MT) desenvolvido em conjunto com a Associação de Apicultores.

Interessados podem procurar a Sama de segunda a sexta-feira no horário das 7 às 13 horas ou ligar no 3545-8353 para mais informações.