Bem vindo ao Visão Notícias - 21 de Maio de 2019 - 02:26

IPTU

Adenilson entra com ação pedindo suspensão de cobrança do IPTU de Sinop

16 de Abril de 2019 ás 08h 07min, por Assessoria
Foto por Marcos Silva

A “conta” da atualização por georreferenciamento e consequentemente aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), não chegou em uma boa hora para a sociedade sinopense. A cobrança da população está intensa, tanto em redes sociais, quanto nas sessões da Câmara de Vereadores.

Adenilson Rocha (PSDB) que já havia se posicionado contra o aumento, desta vez apresentou no sábado (13) uma ação na justiça para suspender a cobrança. “Temos mais de 50 (carnes) de IPTU que a metragem construída é a mesma de 2018 e 2019 e aumentou o valor. Novamente falo que o erro foi troca o sistema que controla a gestão da prefeitura. O que temos que fazer é simples, entrar com uma ação de suspensão de cobrança de IPTU. Nós trabalhamos em cima do que é coreto, vou montar a ação e deixar para todos que quiserem assinar”, disse o vereador em tribuna.

Para o vereador, o georreferenciamento é uma ‘armadilha’ para o contribuinte. “Querem maquiar a armadilha que foi criada para aumentar o IPTU. As imagens do geo precisam ter relação com a base cartográfica e geográfica municipal, que contém as informações da planta de valores. Não tem como uma imagem de satélite mostrar se a casa é de madeira ou alvenaria e a prefeitura não tem fiscais suficientes para monitorar os mais de 80 mim imóveis", comenta Rocha.

Dezenas de moradores relataram aumentos que chegaram a 300%. “Só quero que falem a verdade, ouve sim aumento. Quando a prefeita instalou uma central para esclarecimento de dúvidas ou reclamações referentes ao IPTU 2019, ela automaticamente está mostrando que ouve erros. A população não pode pagar por falhas da administração”, finaliza Adenilson.

O Vereador aguarda o juiz analisar a ação.