Bem vindo ao Visão Notícias - 19 de Agosto de 2019 - 19:09

INTERAÇÃO DE SABARES

Prefeita Rosana entrega viveiro de mudas à comunidade rural de Santa Carmem

01 de Julho de 2019 ás 11h 14min, por Assessoria
Foto por ADEMIR SPECHT

A Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS), em

parceria com a Prefeitura de Santa Carmem, realizou, nesse domingo, 30/06, o ato de inauguração do viveiro de mudas do assentamento Casulo, em Santa Carmem. A unidade integra o projeto "Interação de Saberes na Agricultura Familiar", desenvolvido pela primeira Prefeitura, e que conta com recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente. 

Com 12 metros de largura por 18 metros de comprimento, a estrutura conta com um sistema de irrigação e capacidade para abrigar mudas destinadas à recuperação de áreas degradadas. Ao falar sobre o projeto, a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, ressaltou os benefícios da agenda compartilhada. Lembrou que ao inserir cidades vizinhas ao projeto - além de Santa Carmem, também Cláudia - o trabalho desenvolvido pela equipe de Meio Ambiente de Sinop conseguiu, via Fundo Nacional do Meio Ambiente, a liberação de R$ 755 mil para implementar as ações de educação ambiental nas quatro comunidades rurais atendidas. 

 

"Importantíssima essa união dos municípios. Esse projeto de viveiros é importante porque envolve toda a comunidade. A prefeitura faz os viveiros, mas o plantio, a manutenção, envolve todos os assentamentos. O poder público tem que estar perto da comunidade", destacou a Martinelli.  

Rodrigo Frantz, prefeito de Santa Carmem, ressaltou a parceria entre as cidades e considerou que esta conquista se trata de um primeiro passo para que, futuramente, os municípios consigam montar suas próprias estruturas de recuperação de áreas e auxiliar na redução dos passivos ambientais. "Agradeço à prefeita Rosana e toda equipe de Sinop por ter nos contemplado, ter trazido esse projeto aqui na comunidade Casulo. Além de ser motivacional para quem está aqui, vai trazer uma grande importância para a região porque essas mudas vão auxiliar as propriedades que têm passivo Ambiental. Vai fazer a diferença", pontuou o gestor. 

No espaço onde o viveiro estará baseado em Santa Carmem residem cerca de 40 famílias e que atuam com a produção familiar de alimentos (hortifrutigranjeiros, leite, por exemplo). Esses moradores vão conduzir todo o processo de criação de mudas que, também no futuro, poderão ser exportadas para a região vizinha e contribuir com a recuperação de áreas degradadas.


Presidente da associação dos moradores da Comunidade Casulo, José Del Bel pontuou que o viveiro vai servir como um instrumento permanente de educação ambiental. "Esse viveiro representa o início de uma atividade que vai ajudar a todos. As crianças que vão aprender sobre meio ambiente e ensinar eles a plantar e a criar amor pela terra. Isso aqui é para longo prazo. Agradecemos a todas as pessoas que cooperaram com a gente", 

Palavras também reforçadas pela vereadora Ana Paula Soares. Ao lado da presidente da Câmara daquele município, Luleide Cabral, a legisladora também participou da cerimônia. "Falo também na condição de professora e é muito importante, pois podemos estar trazendo os nossos alunos para conhecer o nosso viveiro. Mostrar a eles, desde pequenos, a necessidade dessas plantas, árvores nativas do município. Nossas crianças precisam estar presentes na natureza e ter consciência desse projeto", destacou Ana Paula. 

Gicelma Galliotte, coordenadora técnica do Interação de Saberes em Santa Carmem, reforça que no PA Casulo as ações do Interação de Saberes iniciaram em 2014. "A comunidade quis o projeto e conseguimos fazer o viveiro. Abraçamos a causa. Hoje, está sendo terminado o viveiro, mas vamos começar a produzir as mudas do viveiro".

Ivete Mallmann, secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Sinop, lembra que a inclusão dos municípios vizinhos ao projeto deu-se ao fato de o Interação de Saberes privilegiar comunidades rurais mais próximas de cidade. Além de Santa Carmem, o trabalho assiste os assentamentos Zumbi dos Palmaris e 12 de outubro, em Cláudia, Casulo, em Santa Carmem, e Wesley Manoel, em Sinop. Todas também receberam viveiros de mudas.

"Com o viveiro, terão condições de produzir as mudas para recomposição de mata ciliar, reserva legal permanente e recuperação de nascentes. Sinop é polo e é referência para outros municípios. Quando temos a possibilidade de desenvolvermos ações conjuntas, faz com que façamos o nosso pepel de liderança, mas sem deixar de observar as necessidades e contribuir. A nossa equipe de Meio Ambiente contribuiu com as demais secretarias de meio ambiente dos demais municípios", apontou Mallmann.

A cerimônia desse domingo contou ainda com a presença de representantes da Câmara de Vereadores de Santa Carmem, equipe do governo municipal, moradores da comunidade Casulo, OAB Sinop. A advogada Jaqueline Juelg, da Comissão de Agronegócio e Meio Ambiente da OAB-Sinop, que também tá exerceu a função de secretária de Meio Ambiente de Sinop, e acompanhou a evolução do Interação de Saberes, celebrou o momento.

"O projeto iniciou com a fase de capacitação dos produtores, no sentido de compreenderem a educação ambiental, a importância da recuperação de áreas degradadas, na melhora da qualidade de vida, mas também na questão legal. Nessa segunda fase, como construir o viveiro e como construir as mudas. A partir da recuperação das áreas degradadas, terem a regularização das propriedades", considerou. 

 

A Prefeitura de Sinop continuará assistindo os moradores do assentamento no que diz respeito à produção das mudas.